Apoio aos Camarões

Os Álamos associaram-se à Association pour la Promotion de la Femme et la Famille (Associação Sem fins lucrativos, com sede nos Camarões) para a apoiar na fase final de angariação de fundos para a construção de um dispensário médico em Mehandan (a 25km de Yaoundé, Camarões).

Versão adaptada de vídeo criado por MALAGUETA® (utilizado em campanha de fundraising para a construção da 1ª fase do dispensário em 2010).

OBJETIVOS DO DISPENSÁRIO:

Servir uma população rural de cerca de 8.500 habitantes, a 25 km de Yaoundé. Trata-se de uma zona pobre, sem infra-estruturas.
Oferecer às populações rurais formação básica em higiene, nutrição, prevenção das doenças mais frequentes e cuidado de bebés e pessoas idosas
Promover o acolhimento e a atenção a cada doente, a qualidade do trabalho e a ética profissional entre o pessoal de saúde de outros centros sanitários e hospitais de Yaoundé.

Existe ainda o objetivo de chegar à população de Yaoundé de modo que (i) também possam beneficiar do acolhimento e atenção que se dá a cada doente e do profissionalismo da médica do dispensário (Professora Kathleen Blackett Ngu, Cardiologista e com alta experiência em diagnóstico geral, uma das maiores lacunas do sistema de saúde local) e (ii) que seja possível garantir o auto-financiamento do dispensário: devido às poucas possibilidades da população rural, as consultas custam 100 FCFA (0,15 €) (a população de Yaoundé terá, à partida, possibilidade de pagar mais e ajudar a equilibrar o custo de funcionamento do dispensário).

O QUE EXISTE ATUALMENTE:

  • Edifício para dar as formações (200 m²) completo
  • Edifício de consultas, laboratório, farmácia e hospital de dia (312 m²) parcialmente construído
  • Realizam-se regularmente formações em higiene-nutrição-saúde para as mulheres rurais de Mehandan e aldeias ao redor.
  • Estão em contacto com mais de 1000 mulheres, em 24 aldeias da zona
  • Iniciou-se a oferta de cuidados de saúde, provisoriamente, no edifício para as formações:
    • Consultas gerais, a cargo de uma enfermeira diplomada e com experiência;
    • Pequena farmácia, com medicamentos de qualidade, bem conservados e dentro da validade;
    • Tratamentos e primeiros socorros;
    • Vacinas, incluídas no programa nacional de vacinação;
    • MILDAS – distribuição de mosqueteiros impregnadas de inseticida de larga duração, às mulheres grávidas, para que possam prevenir a malária, em colaboração com o Global Fund Against Malaria;
    • Diagnóstico e tratamento gratuito de VIH-Sida, integrado no programa nacional de luta contra o VIH-Sida.

O QUE FALTA NESTA FASE:

  • Terminar o edifício destinado ao centro de saúde (312 m²), nomeadamente:
    • Sanitários;
    • Terminar as portas (a madeira já está seca);
    • Completar a instalação elétrica (quadros elétricos, interruptores, tomadas, …), lâmpadas e ventiladores;
    • Pintura;
    • Arranjar o terreno exterior e o acesso.
  • Adquirir um Eletrocardiógrafo (ECG) e o equipamento necessário para a consulta médica e de cardiologia (tensímetro, glicosímetro, divã de exame, etc.)

Com o novo edifício vai ser possível oferecer:

  • Consultas de medicina geral e cardiologia, havendo ainda lugar para outras 3 consultas (pediatria, e mais tarde dentista e oftalmologia);
  • Um laboratório de análises clínicas;
  • Uma sala de hospitalização de dia;
  • Um local maior para a pequena farmácia (agora em 2 armários, no edifício das formações);
  • Uma sala de análises, tratamentos e curativos;

COMO POSSO APOIAR:

Comprando marcadores feitos especialmente para o efeito com padrões de tecidos dos Camarões, em que a totalidade dos fundos reverterá para a construção do dispensário.

apresentacao1

Alternativamente, se preferir, pode fazer uma transferência para a conta que está a ser usada, em Portugal, para angariar os fundos:
NIB PT50 0010 0000 5072 6060 0025 2

MAIS INFORMAÇÕES:

Se desejar saber mais informações consulte o site de fundraising do Projeto Mehandan.

Comments are closed.

Contactos

Alameda da Universidade, 10
1700-090 Lisboa PORTUGAL
Google Maps
Tel (1) : (+351) 217 581 205
Tel (2): (+351) 966 443 653
Tel (3): (+351) 966 443 592
Email: alamos@alamoslisboa.org

Últimas Notícias

Subscrever Newsletter